Notícias

Minaspetro diz que o abastecimento voltará ao normal e pede paciência ao consumidor

  • Nenhum comentário

Portal das Gerais- O seu portal de Segurança Pública e Notícias

O fim do bloqueio das estradas e acesso às bases de companhias distribuidoras, nas últimas 60h, contribuiu para que mais de 90% dos postos de combustíveis que operam na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) pudessem receber a primeira carga de combustíveis desde o início da greve dos caminhoneiros.

Conforme estima o Sindicato, a expectativa é que grande parte da Revenda de combustíveis na RMBH receba novas levas de carga para este final de semana, o que elevará a oferta de combustível aos consumidores e, consequentemente, promoverá a diminuição das filas nos postos, que já acontece de forma gradual.

Conforme informação recebidas das bases das companhias distribuidoras (BR, Ipiranga, Shell etc.), os carregamentos acontecerão 24h/dia durante o final de semana para suprir a alta demanda.

Diante deste contexto, esperamos que a situação na RMBH esteja normalizada – quase que em sua totalidade – a partir da próxima segunda-feira, 4 de junho, quando os consumidores poderão voltar à sua rotina normal de abastecimento.

Para isso, é necessário que a população compreenda o fluxo logístico dos estabelecimentos revendedores; ou seja, que não promova a “corrida aos postos” com intuito de abastecer seus veículos com receio de uma eventual nova greve, como tem se espalhado em redes sociais e mensageiros eletrônicos. Isto, de fato, acelera o processo de baixa no estoque dos postos e o aumento de filas de veículos.

Interior

Ainda que o abastecimento na RMBH esteja se normalizando aos poucos, o mesmo não se pode dizer do interior do estado. O Sindicato registrou reclamações de revendedores situados em diversas regiões de MG, alegando dificuldade na aquisição do combustível. Neste caso, o Minaspetro confirma que procurou as companhias distribuidoras para informar da necessidade de dar maior atenção aos postos do interior.

Ao mesmo tempo, o Sindicato compreende a dificuldade logística destas companhias para atender aos mais de 4.300 postos instalados no estado, que ficaram, quase que em sua totalidade, desabastecidos devido à paralisação dos caminhoneiros.

Aproveitamos a oportunidade para ressaltar que demais esclarecimentos sobre a logística de distribuição dos combustíveis cabem às companhias do setor ou ao Sindicato da categoria (Plural – ex-Sindicom).

Qualidade

Recorrente em redes sociais e mensageiros instantâneos, o questionamento da qualidade do combustível é um assunto delicado e que precisa de cuidado por parte da população na propagação de difamações contra a imagem de um estabelecimento.

O Minaspetro ressalta que os postos de combustíveis em Minas Gerais possuem índices de excelência em qualidade de produtos. A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulga boletins mensais que mostram que a gasolina possui índices de excelência, comparados aos de países europeus.

O Sindicato recomenda aos consumidores que, em caso de suspeitas de irregularidade no combustível, exijam do posto o teste de qualidade, que deve ser feito na hora e na presença do solicitante.

A ANP também possui um canal onde a população pode encaminhar denúncias: Centro de Relações com o Consumidor (CRC) – Telefone: 0800 970 0267.

Preço abusivo

De acordo com o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), os estabelecimentos flagrados pela fiscalização com preços abusivos serão enquadrados nos crimes contra a economia popular, ordem econômica e ordem tributária. Nestes casos, o dono do posto poderá ser preso.

Ainda que o preço dos combustíveis seja livre, e o Sindicato não desempenhe nenhum papel para interferência na composição do valor de bomba, o Minaspetro aproveita a ocasião para ressaltar que repudia aumento abusivo do preço dos combustíveis, que mancha a imagem dos bons empresários que trabalham no setor.

 

corpo de bombeiros policia civiil de minas gerais policia de minas gerais policia militar de minas gerais portal das gerais Rede Gerais de Comunica~ção rede gerais de radio Segurança Pública segurança pública Minas Gerais policia civil MG portal das gerais rede gerais de radio