Produtora confirma show da cantora Beyoncé em setembro no Mineirão

E ainda tem apresentações das bandas Paramore e Guns N' Roses.

A fila anda. Terminada a “temporada Paul McCartney”, é hora de olhar a agenda e ver o que o ano ainda reserva. Nenhum nome tão importante está entre os confirmados até agora. Mas alguns são do primeiro time. Beyoncé faz show no Mineirão provavelmente em 11 de setembro, dois dias antes de a diva abrir o Rock in Rio. “Ainda estamos estudando a configuração do estádio, pois é um show muito tecnológico. Certamente será maior que o do Elton John”, afirma Aluizer Malab, responsável pela vinda do cantor e compositor britânico, que levou 40 mil pessoas ao estádio no primeiro show no novo Mineirão, em março.

A produtora Malab e a TF.7 vão trazer outros três shows de música pop à cidade. O primeiro deles, já com ingressos à venda, é o da banda pop-punk Paramore, que toca em 26 de julho no Expominas, no mesmo pavilhão que recebeu Robert Plant no ano passado. Já em novembro, em local e data ainda não definidos, deverão trazer a BH a banda Guns N’Roses, que tocou no Mineirinho em 2010.

Elvis não morreu Em 19 de outubro, as produtoras montam no Mineirinho o show 'Elvis Presley in concert', que em 2012 teve um público de 50 mil pessoas no Brasil. O evento multimídia leva para o palco a TCB Band, grupo que acompanhou o Rei do Rock entre 1969 e 1977, ano em que morreu. Elvis estará “presente” em projeções em um telão de LED. Ao contrário de outras cidades onde o show foi apresentado, em BH não haverá a exposição 'The Elvis experience', com itens pessoais, incluindo carros, roupas e joias do cantor.

Outro nome que se apresentou na cidade há alguns anos esteve na lista dos que retornariam a BH. A assessoria do Minas Arena, administrador do Mineirão, afirma não ter nenhuma informação de que Rihanna vai se apresentar no estádio em novembro, como foi falado. Sócia da Nó de Rosa, que trouxe a cantora de Barbados em setembro de 2011, Márcia Ribeiro comenta que não houve nenhum contato para que repetisse a atração, “um show caro e que teve um público menor do que esperávamos”. Ela confirma, no entanto, que a Nó de Rosa, que trouxe McCartney há duas semanas, está planejando quatro produções internacionais para o segundo semestre, mas não revela os nomes.

Hoje à frente do Chevrolet Hall, a paulista T4F traz ao país, ao longo deste e dos próximos meses, nomes como Hanson, Pet Shop Boys e Black Sabbath. Nenhum deles virá a Belo Horizonte. Por ora, a agenda da casa de shows, que até 2012 concentrou a maior parte das atrações internacionais na cidade, só confirma nomes nacionais, como Titãs (15 de junho), Alcione (13 de julho) e Roupa Nova (3 de agosto).

 

Fonte: Jornal EM

Mariana Peixoto

 

Loteria

Horóscopo

Facebook

Times