TIPOS DE FOLCLORE

O material folclórico pode ser classificado em cinco grandes áreas: crenças, costumes, relatos, canções e refrões e arte popular. As crenças populares, magia, adivinhação, bruxaria e aparições fantasmagóricas ou de criaturas fantásticas e mitológicas

A palavra folclore veio da língua inglesa folklore, que significa: folk (povo) e lore (conhecimento).

Desde 1975, 22 de agosto é o Dia do Folclore. Cada região, estado, cidade e bairros tem seus costumes, folguedos, lendas, artes e técnicas, ou seja, tem a própria maneira de sentir e de agir.
A arte popular abrange qualquer manifestação artística criada pelo povo de forma anônima e que expresse o comportamento de sua vida na comunidade.

Os costumes compreendem todo o material relativo a festejos, jogos e danças e também fazem referência à culinária e ao vestuário. Os relatos abrangem baladas e diferentes formas de contos tradicionais e música popular, baseados às vezes em personagens reais ou acontecimentos históricos. Entre os refrões e canções estão as cantigas de ninar, as rimas infantis e as adivinhações.


“ANGHER” e o Folclore

    Todas as matérias de forma interdisciplinar trabalharam o conteúdo dando enfoque ao folclore do boi no Brasil.
    Em geografia foi trabalhado as localizações das festas do boi em cada região, como Bumba-meu-Boi e Boitatá, representado em quase todo Brasil, Boi-Vaquim, ser místico do Rio Grande do Sul.

Trabalho em todas as matérias de forma interdisciplinar

Artes à Maquetes sobre o folclores e a exploração do texto boi em cada região.

Ciências à Anatomia e fisiologia (mamíferos (boi)).

Espanhol à Touradas, festa do boi na Espanha.

Geografia  à Localização; tipos de folclores por região.

História à Contos, mitos e poesias.

Informática à Regionalismo e lendas explorando.

Inglês à Folclore Norte-Americano, lendas e mitos.

Matemática à Valor comercial do boi, receitas de comidas, etc.